poeta Nunes

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Poesia religiosa e esoterica

Casas Interiores

Estou indo embora dessa casa da mente
Porque ninguém aqui é responsável,
Aqui todo mundo manda...
Aqui é só desordem, bagunça, briga,
Intriga, conflito, tagarelice,
Desassossego e falta de rumo...

Estou me mudando para a casa do coração
Lá posso morar perto de Deus,
Perto do silêncio, lá manifesta as virtudes da alma...
Lá eu tenho rumo, esperança e paz...


J.Nunez

domingo, 15 de novembro de 2015

Poesia esotérica

Impetuoso

Despi de meu espírito de luta
Moldando-me as pessoas, ao cotidiano, as circunstâncias e as coisas...
Neguei meu espírito impetuoso para ser agradável aos outros
E pratiquei uma vida cotidiana que me engoliu.

Meu espírito ambicioso e impetuoso para as coisas mais além
Não abaixará a cabeça para as coisas efêmeras para ser agradável.

Revesti com meu espírito de luta...,
Que olha para a minha natureza inferior com profundo desprezo
E posso até parecer arrogante para os fracos e para as fraquezas.


J.Nunez

Publicações

Marcadores