poeta Nunes

sábado, 18 de fevereiro de 2017

No ritmo dos desejos

O ego põe ritmo bestial na vida,
É o ritmo dos desejos,
Em alguns o ódio,
Em outros a ganância,
Em outros a luxuria,...
Em outro tudo isso junto.

Com a morte desdes egos,
Que  põe ritmo em nossas vidas
Podemos viver no compasso
Da alma e com o coração tranquilo.

J.Nunes

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Paisagem do caminho

Alegre ou triste,
Sucesso ou fracasso,
Com você ou sem você,
Tanto faz,
É tudo paisagem do caminho,
O que importa é a caminhada.

J.Nunes 

Erros do destino

Gente não é igual árvore
Que não erra seu fruto,
Assim, como deve ser,
Abacateiro dá abacate,
Mangueira dá manga.

Gente não é assim,
As vezes verdadeiros artistas acabam faxineiros,
As vezes grandes inventores se tornam garçons.

Gente dá frutos errados,
Deve existir uma força maior
Por de trás desses erros do destino.

J.Nunes 

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Presentes do mundo

O mundo te dá razões para se iludir,
O mundo te entrega presentes
E compra o seu espirito.

Por algum motivo
O mundo esqueceu de me presentear,
Me deu o fracasso e desilusões
Em que desejei.

Assim me deu razão para ser
Um rebelde na alma,
Para matar o ego sem piedade
E me vingar a vida de fracassos.

A vida me presenteou com os fracassos
As desilusões e até mesmo a doença,
E me deu todas as razões
Para a morte do ego.

J.Nunes



segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

A coruja e a águia

  Resultado de imagem para á aguia

A águia de penas e bico renovados,
A águia renovada.
A coruja grande como a águia,
A coruja negra como a noite,
Pousaram sobre a casa
Em um silêncio de espera.

J.Nunes  
  

Publicações

Marcadores