poeta Nunes

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Homens árvores de Dante Alighieri

Resultado de imagem para Dante Alighieri homens arvorés


Corri na chuva fina;
A velocidade me lança
Para outro plano na consciência,
Ventos fortes me impediram de voar para o leste,
Me deixo navegando
Ao sobro do vento que vai para o oeste,
São as quatro faces de Brahma
Olhando para quatro pontos cardeais.

No caminho cordilheiras de um verde muito escuro e vivo,
Entre as montanhas corre um rio azul,
Depois das montanhas cai um raio de um céu claro,
Sobre a mesa quadrada de mármore,
Meus pecados estão revelados.

Abro o céu como uma cortina que revela os mistérios
E os segredos do tempo e da alma,
Entre eles a floresta de homens árvores de Dante Alighieri 

J.Nunes
 

Publicações

Marcadores