Pesquisar este blog

COMPARTILHAR

Eterno Instante


O silêncio, esse eterno instante,
A consciência de estar e ser
Apagou o que passou e o que virá,
São pensamentos e sentimentos bons ou ruins,
Mas de todo modo uma prisão...

Essas doutrinas e essas ideologias
São as mesmas fórmulas para resolver todas as coisas,
E a mesma chave com a qual queremos abrir todas as portas...

Seja lá qual for à doutrina e a ideologia são cadeias...
As asas dos passarinhos não ficam presas em coisas abstratas.
Eu só posso voar livre na unidade universal da espiritualidade...

Nunes    19-12-2019

Casa da Morte

O Sol ilumina a casa dos mistérios,
A casa da morte,
Como eu poderia querer brilhar mais que o Sol?

Entrego-me a sua luz
Que entra pelas frestas nas paredes e no telhado
Dessa casa da morte. 

Ao Cristo, que é a luz do mundo,
Entrego o meu corpo,
Entrego  minha voz;
Meu coração é sua morada,
Me calo para o mundo,
Me calo aqui dentro,
Deixo a pretensão ser,
A ilusão de ser,
Para que eu seja um raio de sua luz.

Quem pode ser mais eu
Que sua presença poderosa e bela de Cristo e Sol .

15-12-2019





Estepe

Estepes e pradarias - Vegetação, animais e fotos


Estepes 

Vozes se levantam para se impor
Feito mortos saídos de suas covas,
Agarram na escuridão 
Para que possam caminhar na escuridão,
Agarram, escoram  nos pensamentos
Para que possam caminhar 
Entre a multidão de pensamentos e zumbis.

Pra caminhar em uma casa escura
É preciso abrir as janelas, acender as luzes...

O silêncio se estende feito a paisagem verde dessa estepe. 
O coração espera por ti feito a terra espera a chuva fina,
Que dura uma semana inteira.

Nessa estepe silenciosa eu fiz amizade com dois passarinhos,
Nessa estepe espero apenas a voz do meu ser. 

As estepes e pradarias são relativamente planas,
Mas o espirito tem labirintos 
E asas e olhos que veem outras dimensões. 

Nunes  

Raios de Aton



Raios de Aton 

De todos os Deuses
De todas as religiões
E sistema filosófico só me restou Aton,
Ele amanhece no céu se  poe no horizonte
Mas nunca deixa de raiar no meu corpo
Iluminado e abastecido por Aton.
Aton é a vida e a ressurreição,
A unidade e a morada dos Deuses.

Ando dia e noite com Aton
E nada espero do mundo
Tudo que espero vem de Aton
Porque ele é o único  Deus,
Deuses são raios de Aton.

Nunes

Três Companheiros

Resultado de imagem para TRES COMPANHEIROS
Três Companheiros 

Era um homem elegante,
De gestos e movimentos controlados,
De palavras medidas e sorriso carismático,
No entanto não encontrou o seu lugar no mundo;
Morreu, repentinamente, atropelado por uma motocicleta.

Seu amigo era um forasteiro em qualquer lugar ,
Livre feito um gato macho,
Alegre, filosófico, inovador e impulsivo
Feito um sagitariano com ascendente em Aries;
Morreu de tédio e isolamento.

Eu sobrevivi porque sou sem sal,
Existo para ser pai de família, marido,
Homem convencional.
Sobrevivi para entregar a minha vida a quem dela precisar,

E a mim mesmo conservo apenas
Um momento de intimidade com Deus
E a alegria de ver além desse plano tridimensional.

Nunes


Dois Lados


Olho o lado bom da morte.

Se fosse apenas dualidade
Era fácil de compreender,
O problema são os dois lado de um mesmo lado,
A dualidade da dualidade.

O mal tem o seu lado bom e mal,
Esse bem dentro do mal 
Que é fazer o bem  para os maus.

A realidade, do modo como foi pensada,
Deixou de existir dentro dessa dualidade
No interior de cada conceito 
Que faz dualidade com outro conceito
E dentro de si mesmo,
Nesse infinito dentro do dentro 
E dos dois lados de um mesmo conceito. 

O que é a verdade nessa massa atômica fermentado...
Dentro da unidade está a verdade
Mas a verdade é tão imensa que meus olhos não abarcam,
Apenas sinto como uma viagem sem corpo
Dentro dessa massa infinita e atômica,
Dentro desse universo em cada partícula de cada coisa...

A realidade não é o todo, 
E a partícula também não é a realidade.
A realidade é a unidade impossível de ser inteiramente olhada. 

A realidade é o todo que não cai no relativismo 
Que diz que é tudo a mesma coisa,
A realidade tem o livre arbítrio e respeita a lei de cada particularidade.  
  
Nunes 






Ao meu redor




Ao meu redor

As coisas estão se desfazendo ao meu redor,
É o tempo...
Ele que nem se quer existe,
O que chamamos de tempo é um processo de vida e morte,
Dia e noite...
É a realidade...
Ela que também nem se quer existe.
Chamamos de realidade a nossa capacidade atrofiada de ver as coisas,
Porém nada é como parece ser,
Logo, não é a realidade.

A rua de minha casa 
É a mesma rua quando subo e quando desço, 
Porém,  quando estou indo vejo a rua de um jeito,
Quando volto vejo a rua de outro jeito,
É a mesma rua! 
Mas sou incapaz de ver toda a sua realidade.

A realidade é uma massa atômica e quântica,
Feito um grande bolo em processo de fermentação e expansão...
Porém existe a realidade de cada átomo
Dentro desse processo de fermentação e expansão,
E que também tem os seus processos, é um eterno dentro do dentro...

A dualidade é dual até mesmo dentro de um dos lados,
Semelhante a morte que é um bem e um mal em si mesma,
São os aspectos dentro e duais da morte, 
Ela que é que faz dualidade e oposição com a vida.

As coisas  estão se desfazendo ao meu redor,
Porém eu posso ter noção de permanência em mim mesmo.
Quando faço pelo reconhecimento do OUTRO,
Dirão que sou vaidoso e orgulhoso...
Quando eu faço centrado em mim mesmo,
Quando reconheço que somente eu posso me fazer por dentro e por fora,
Dirão que sou egoísta... porém o que faço por mim vai muito além
Da visão moderna, materialista e narcisista
Que se afoga na própria beleza.

A visão de permanência em espirito só pode se dar em si mesmo,
Pelo olhos do outro tudo que posso é efêmero.
O outro e as coisas se dissolvem diante de meus olhos,
Eu dissolvo aos olhos do outro, no entanto a consciência de permanência
No espirito só pode se dar internamente e comigo mesmo.

Tenho um Sol interior iluminando meu caminho interior,
Eu sou ele, ele sou eu...estou nele e ele está em mim...
Estamos em comunhão e vivemos um dentro do outro. 
As vezes eu me confundo com ele.

Nunes 

Sistema Vigente

O Andarilho das Estrelas


O Andarilho das Estrelas, 
Seu espírito sobrevoa as cidades do mundo...

Vão dizer a você que os homens não têm uma dimensão astral,
E muito menos que há um trabalho para ser realizado no espírito,
Até dirão que Deus não existe,
É natural que digam isso, afinal, 
Você tem que entregar sua vida para sustentar um sistema, 
Seja lá qual for...

Fui menino nas ruas dessa cidade. 
Os meninos do meu tempo ganhavam uma moeda
Para comprar um doce,
Talvez um suspiro cor de rosa, 
Talvez uma paçoca
Ou uma gelatina açucarada....

O menino desse tempo 
Vai pelas ruas com  um celular
Que custa um mês de trabalho de seu pai. 

Me falam do homem social,
Mas o que vejo é o homem entregando sua vida
Em troca de reconhecimento dentro de um sistema vigente,
Porém, de toda maneira, o que vejo é um escravo 
Em qualquer sistema que inventaram ou que está para ser inventado.

Se o seu espirito sobrevoar essa cidade
Saberá do que estou falando...
Saberá que Deus existe,
E colocou asas na sua alma. 

Nunes 

Só resta silêncio

Não há feridas;
Tenho o dom de me curar,
Porém só restará silêncio...
Muito trabalho dentro da alma
E silêncio profundo!

Será imperceptível
Será lento como o mover das montanhas,
Silencioso como o correr das nuvens...
Será uma explosão  atômica,
Mas tão profunda que a paisagem
Na superfície ficará intacta.

Nunes

Íntimo

Tudo que eu quero é silêncio,
A vida me obrigou a estar na multidão,
A sina me fez ser outro que nunca quis ser...

Estou de volta para o meu silêncio,
Me sinto bem e em paz
Quando estou comigo,
Quando estou com um amigo
Que fala essa língua de silêncio.

Eu menti para mim mesmo
Quando eu disse que gostava de pessoas,
Elas são muito frívolas no que dizem...
Eu prefiro que elas nem falem...
Eu aconselho que elas se preservem.

Essa empatia é tão contra minha vontade,
Que muitas vezes fujo do contato de gente.
Não gosto que se aproximem muito,
Não gosto que me peguem,
Não gosto de invasão no meu mundo.
Gosto de preservação,
De reservas e de intimidade com minha alma.

Eu serei a cada momento,
Mais e mais íntimo comigo mesmo....
Se aproximarem de mim, por favor
Tragam a alma desabrochadas em flores,
E o coração perto de Deus.

Nunes 

   

Outra Vida



Outra Vida

Pensei a vida sozinho,
Entre mulheres da vida,
Gente desacreditada pelo sistema,
Desvalidos e bêbados...
Pensei a vida
Em ônibus de cidades em cidades,
Olhando pela janela,
Essas paisagens desse país gigantesco,
E por  fim morrer, não muito velho,
Em um dos muitos quartos de pensão.

Acabei assim,
Com uma mulher e uma filha
Em viagem a passeio,
Em festas de família moralmente cristã.
Melhor que seja assim...
Mas de todo modo busco incessante a luz,
De todo modo não vou ser moído
Pelo sistema, seja ele qual for.

Nunes

Consciência tempo e espaço


Resultado de imagem para trança

Tranças 

Um momento de consciência
não tem tempo presente,
passado ou futuro...
é por si mesmo todos os tempos
e fatos que se entrelaçam
feito corda ou trança de cabelos.

Viver o instante anula a importância
que damos a qualquer acontecimento,
quando sentimos que não é esse o momento
para qualquer outro fato
a não ser este que ocorre agora,
porém, a consciência não se prende
a qualquer fato quando sentimos que a consciência
transcende a própria existência física de nosso corpo.

A mente se cala quando se depara
com a consciência que transcende
tempo, espaço e forma.

Quando fixamos os olhos da consciência
no que chamamos de tempo,
ele deixa de existir,
feito um espectro em uma casa assombrada,
e se torna fatos dentro da eternidade que trançam
o que chamamos de tempo presente, passado e tempo futuro.

Não estou destinado a nada...
essas paredes, esses moveis e tantas outras coisas fora de mim
e mais tudo que existe, entre as coisas e as pessoas
que com as quais tenho um contrato social
e um laço sentimental e de sangue cármico...
mas esses fatos  são de longas dadas
e se estendem muito além desse plano,
porém, para a consciência desse instante
esses fatos são todos vazios de sentido
porque a consciência se estabelece nesses exato instante
de mente vazia aqui no plano físico,
no entanto, nesse momento pode ir
para muito além do que chamamos de tempo e espaço. 

A consciência manifesta na ausência do pensamento
que é sempre, passado, futuro e presente,
estão compreendemos que não é preciso tempo
na mente para que tudo se processe no seu devido momento.

Nunes   


O Cristo velho e crucificado

Peço aos céus
que se abrem feito uma tela de cinema
onde aviões perseguem pássaros negros
senhores dos do ares.
Onde enlouquecidamente desfilam
As marcas de produtos
que fazem os status do mundo moderno.

O Cristo aparece no céu,
Um Cristo envelhecido
e ainda vivendo a agonia da crucificação
e coroado de espinhos,
o Cristo me estende a mão
tento tocar a mão do Cristo,
não alcanço aqui do chão...

O líder da grande potência mundial
me diz que ninguém me chamou para nada nesse mundo...
não posso discordar!

Ainda no vilarejo um Mestre
me diz sobre a arte de lutar
e voar sobre o campo de batalha.

Nunes 

Não caminho mais sozinho



Não caminharei mais sozinho

Nessa noite eu suspirei por ti
E vieste caminhar comigo.

Tudo me é estranho
Quando não posso lembrar de ti,
Quando não sinto o seu amor,
Agora eu sei que nunca deveria
Ter te deixado.

Eu só posso ver o mundo
Através do seu olhar amoroso,
Eu só posso conceber a vida
Com a sua palavra  de bondade e amor.

Eu não te peço nada mais,
Porém é  tudo, e me faz grande
E o mais humilde e honrados dos homens.

Eu nunca deveria ter te deixado,
Eu te amo e respiro através de ti,
Eu suspiro por momentos contigo.

Tudo que eu te peço
E que me pegue pelo braço,
Me encoste no teu seio,
Para que eu nunca mais
Caminhe sozinho nesse mundo.

Nunes



Um Cavalo de Troia dentro da Igreja

Resultado de imagem para um cavali dentro da igreja

As teorias estranhas ao cristianismo
Que estão dentro das igrejas,
As ideologias que desejam a destruição das igrejas,
Por tanto, que se fazem de amigas do Cristianismo,
Entram nas igrejas como cavalos de troia,
Presente de Grego
E vem corroendo e destruindo o Cristianismo
De dentro para fora,
Feito uma doença colocada nas entranhas,
Feito um bomba química implantada
Dentro das igrejas e do cristianismo.

Tem um enorme Cavalo de Troia dentro das Igrejas,
Presentes das teorias que desejam a destruição do Cristianismo,
Porém se fazem companheiros e amigos.

Nunes 

Os presentes de gregos através dos discursos...


Resultado de imagem para presente de grego


Metalinguística para estudar a língua,  tudo bem!

Agora:

Hipocrisia para combater a hipocrisia dos outros,

Preconceito para combater o preconceito dos outros,

Construção de conceitos para destruir a estrutura dos outros,

Construção de direitos para tirar os direitos dos outros,

Demagogia para explicar a demagogia dos outros,

Etnocentrismo para combater o etnocentrismo dos outros,

Autoritarismo para combater o autoritarismo dos outros,

Ódio aos diferentes para defender as diferenças,

Relativismo para se nivelar o sagrado e o profano,

Nivelamento para justificar o mal,

Conservadorismo para destruir o conservadorismo dos outros....

Fazer-se amigo para destruir o inimigo,

Imposição da liberdade para combater a liberdade dos outros.

As teorias se tornaram o Grande Cavalo de Troia,
Entram nas igrejas, nas amizades, nas instituições e nos grupos
Feito um presente de grego
E destrói de dentro para fora.

As teorizações caíram em um
Silogismo relativista, moldável e nivelador,
"Santificador" de todas as coisas...
Para assim impor e sobressair.

Nunes 

A sedução do mal

Resultado de imagem para santa pisando na serpente

O Mal nega sua própria existência
Para se confundir com o Bem.


A sedução do mal 

Os homens sábios de todas as culturas
Ensinaram que devemos nos livrar de todo o mal.

Chegamos a um tempo
Em que o próprio mal
Diz que não existe o mal.
Assim livra-nos de todo o conceito de pecado...

E seduz os jovens com a ideia de liberdade
Sem qualquer barreira e fronteira...
O mal é muito sedutor...
Porque diz exatamente o que nossas fraquezas
Desejam ouvir...
E ainda nos "livra de todo o mal"

Semelhante a quem prende sua própria imagem
No espelho e nega a sua existência real.

Dentro de um relativismo que nos cega,
O mal nega a sua própria existência
Para que possa existir
E ser confundido com o bem.

O mal que nega a sua própria existência,
Nos aprisiona em si mesmo,
Nos faz escravos,
E diz que estamos libertos e livres do mal,
E não podemos suspeitar,
Afinal o mal diz que não existe o mal,
E assim se passa pelo bem,
Ignorando, conscientemente a lei de dualidade
Que faz a roda da existência.

Senhor Jesus Cristo, supremo bem,  livrai-nos de todo o mal.

Nunes 

O SACRIFÍCIO

Resultado de imagem para cordeiro imolado

O Sacrifício

O filho de Deus sobre a cruz sacrificado,
Sobre o altar o cordeiro imolado,
Os calos e as cicatrizes nas mãos de um pai sofrido,
As orações de um Santo martirizado,
As penitências de um pecador perdoado,
A mãe que entrega a vida pelo filho amado;
O sacrifício é o caminho dos renegados,
Ou dos que por amor tem se sacrificado.

Agora, nesse tempo de pecadores
E pecados "santificados",
Santos e demônios,
Sagrado e profano nivelados;
Não reconhecemos o valor e a razão do sacrifício...

Agora, nesse tempo de ilusão de liberdades e prazeres
Dentro da prisão do pecado,
Dentro do inferno das paixões,
Temos a miragem de uma felicidade
Quando abandonamos nossos corpos
Aos impulsos dos vícios e dos desejos
Manifestados nos cinco sentidos...

Quem nos ensinou a negar o Cristo,
Quem nos ensinou a negar o sacrifício
E que devemos proceder segundo os desejos de nossa carne,
Estão agora ligados aos demônios
Que os consomem dia e noite,
Estão agora mortos por doenças venéreas,
E vícios que os corroeram antes da morte.

Dentro de suas prisões do desejo
Sonham  que são livres.

Nunes 

Poesias Místicas : Feito um Jovem completamente apaixonado...

Resultado de imagem para filocalia



Poesias Místicas : Feito um Jovem completamente apaixonado...: Cidade dos Mortos  Feito um jovem, completamente apaixonado, que em nem um instante esquece sua amada, quero me lembrar de Deus. O...

Feito um Jovem completamente apaixonado...

Resultado de imagem para filocalia


Cidade dos Mortos 

Feito um jovem, completamente apaixonado,
que em nem um instante esquece sua amada,
quero me lembrar de Deus.

Os pensamentos faz do meu espirito
um banco sem rumo, um caminhante
perdido num labirinto de cegos...

Os meus olhos
me levam nas ondas dos desejos,
e as palavras extraviam minha alma.

Seu olhar, suas palavras me levam
para onde sopram as paixões.

Tudo me arrasta, me leva,
me cega, me consome
e me perco o dia todo na cidade dos mortos.

Lembrar de Deus a todo instante,
semelhante a um rapaz apaixonado
e esquecer o mundo,
com a incessante lembrança de Deus,
é o que nos salva da cidade dos mortos.

O amor a Deus,
a lembrança incessante de Deus
é o que nos ilumina  de dentro para fora,
é o que nos salva dos pensamentos, dos olhos e das palavras
que extraviam nossas almas e nos deixam perdidos
dentro da cidade dos mortos.

Chamar pelo Salvador na oração incessante:
"Senhor Jesus Cristo, filho de Deus, tende piedade de mim pecador,"
nos salva da ilusão do mundo e do esquecimento de Deus...
Quando pudermos lembrar de Deus a todo momento
estaremos próximos do caminho da unidade.

Abandonar o mundo é deixar
seus próprios pensamentos que extravia a alma,
é lembrar de Deus incessantemente
feito um jovem completamente apaixonado...

Nunes





O VELHO FILOCALISTA


Resultado de imagem para MONGE CATOLICO


Na balança relativista e niveladora desse tempo
Tentamos nivelar as fezes ao diamante e o ouro...
No entanto, fezes não são raras,
Por isso tomou os dois pratos da balança.

As fezes foi colocada nos dois pratos da balança,
Mas diamante e ouro serão sempre valiosos e  raros,
Independente de toda as fezes niveladoras nos dois pratos da balança.

Tudo foi nivelado
Para que sobressaísse as trevas e o pecado...

O mestre foi nivelado ao discípulo,
Os pais estão abaixo dos filhos,
Assim, ninguém precisa subir as escadas dos conhecimentos,
E o cego guia a humanidade...

O velho filocalista
Se calou com seu rosário entre os dedos.

Nunes 

Outras portas, outras janelas


Resultado de imagem para frestas de luz

Outras portas, outras janelas

Por outras portas,
Por outras janelas,
Por outras frestas
Entra em sua casa
Novos ares,
E luz nova...
Uma voz muito mais serena
Que o ruído que vem da rua.

Não espere vazio no silêncio,
Nem mesmo a falta de sentido é vazia.

Não espere de homens que pensam o mundo,
Segundo seus prazeres, estritamente mundanos,
A resposta para esse tempo.

Esse tempo tem resposta,
Mas está em outras portas
Em outras janelas,
Em outras frestas
Por onde se espia
Para além desse plano concreto.

Nunes


Sobre a linha do destino

Resultado de imagem para ANDAR NA CORDA

Sobre a linha do destino

Sobre a linha do destino tudo se repete
Em forma de dramas, tramas,
Suspenses, traumas, comédia e tragédia...

Um menino anda sobre a corda bamba do destino...
Inconscientemente, o menino se faz homem
Caminhando sobre essa corda.

Um dia o homem recorda do menino que ele foi,
E descobre um fio, uma linha reta,
Uma corda por onde ele passou,
Inconscientemente,
De menino a homem sobre a corda do destino.

Jonas Corrêa Martins

Nunes 

Primeira fase do imparcialismo, diversos poetas (pseudônimos)

Poesia Mística - Pedra de Moer

Resultado de imagem para mó pedra de moer

Pedra de Moer 

Feito Jó, 
feito grão moído 
na pedra de moer,
feito pedra lapidada,
ferramenta forjada...
fui dobrado,
quebrado,
lapidado,
forjado,
moído na Mó...
agora estou pronto para te servir! 

Nunes 

Literatura Espiritualista

https://www.facebook.com/search/top/?q=jos%C3%A9%20nunes%20pereira%20-%20literatura%20espiritualista&epa=SEARCH_BOX

Sapatos do Destino

Resultado de imagem para sapato abandonados

Aquele sapato já esteve na vitrine,
Ninguém se interessou por ele,
Foi um sapato pretensioso...
Agora está empoeirado no depósito.

O sapateiro quis me vender aquele calçado,
Segundo ele, os sapatos do destino...
Quis me vender um par sapatos
Que não foi encomendado por ninguém,
Não foi pedido por ninguém...
Um sapato que foi para o depósito.

Esse sapato se parece muito comigo...
Não fui requisitado,
A mim nada foi pedido,
Me fiz por conta próprio,
Depois fiquei esperando ser usado...
Até o momento fui igual a esse sapato,
Produto parado no estoque,
Coisa desnecessária,
Não encomendada.

O sapato do sapateiro
Me trouxe uma lição,
Nesse ponto,
Esse é realmente o sapato do destino...
Fiquei no estoque, envelheci no depósito,
Esperando ser usado,
Mas eu não fui encomendado...
E não passei de um sapato presunçoso.

Esse sapato me fez pisar o chão
Depois de vinte anos...
Essa lua cheia numa sexta-feira treze
Iluminou o meu destino,
Feito aquele sapato,
Calçarei o pé do primeiro mendigo.

Não espero mais,
Não estou mais a disposição...
Não faço mais do que me é pedido,
Feito o padeiro,
Aprendi a fazer o que pede a demanda do dia.

Nesse dia treze de lua cheia,
Morre o orgulho e a vaidade de sapato prepotente,
Fui um sapato ornamentado e desnecessário,
E que não foi pedido,
Agora sou muito bem usado nos pés do mendigo
Que dorme na praça.

Nunes


Mantras Católicos

Resultado de imagem para mantras catolicos


Silêncio, ohhh silêncio
Deus nós fala ao coração...

O que esperam de nós,
O que espero de mim
Está morto!

Não me cobro nada...
Não me devo nada
Apenas sou o que tem para ser hoje,
Nem mais, nem mesmo.

Ouço deliciosos mantras católicos
E sou integralmente o que sou...
Com a leveza de quem se contenta ser
Sem nem um propósito de ser,
Igual a quem caminha
E o caminho é sua casa...

Eu moro no silêncio,
E o silêncio não existe,
Por que Deus é o som,
Quando encontramos o silêncio,
Encontramos o leve sobro de Deus.

Silêncio, ohhh silêncio
Deus nós fala ao coração...

Esses mantras me juntam
Feito coisas que o vento deixa em um canto,
E sou integramente o que sou agora,
E me basto... de contentamento de ser.


Nunes 

Mantra Católico

Num mantra católico
Num canto monólogo,
Encontrei o meu ser,
A minha particularidade,
Num lugar tão próximo,
Tão próximo que eu não podia vê-lá...

Encontrei me sendo eu mesmo
Com tanta naturalidade, com tanta leveza e espontaneidade,
Que eu até me pareci estranho a mim mesmo.

Encontrei me sendo eu mesmo,
Sem aqueles cansativos propósitos de ser...
Me encontrei com tanta facilidade e harmonia em ser eu mesmo,
Que até me foi estranho ser o que sou
Sem lutar para ser o que proponho ser.


Nunes 

Marte e Vênus

Resultado de imagem para marte e venus

Marte e Vênus 

Nessa manhã de agosto
Eu vi o amor é a guerra,
Arrebentando no voo dos pássaros
Que protegiam seus filhotes
Dos  ataques do predador.

Eu vi o amor e a guerra
No trabalho dos homens,
Por amor a sua esposa e seus filhos.

Vi guerra e amor
Nas flores., nos rio,
Nas árvores, nas cavernas...

A incessante luta
Entre o amor é a guerra
Faz girar as engrenagens
Da evolução mecânica:
A vida e a morte,

Mas, no momento sublime
Em que a deusa do amor
Seduz o deus da guerra,
Nesse instante de  harmonia e paz,
Nasce a revolução do Espírito,
A guerra do amor:
Causa digna de se entregar.

Eu vi a deusa do amor
E o deus da guerra,
Se entregando e se resistindo,
Numa luta incessante.

O amor e a guerra se entrelaçam
Se entregam na unidade da paz.

Nunes

O estômago do deus do tempo.



A história está na linha do tempo,
A vida está em linha reta,
Tudo é contado em uma linha cronológica,
Feito fitas de uma rabíola de pipa,
Mas Saturno, o senhor do tempo,
Devora todas as coisas
Sejam elas concretas ou abstratas,
Tudo é engolido e misturado
Em seu estômago infinito.

Em outros planos á queda de
Futuros impérios e governos,
E ainda existe Rei conquistadores
De uma civilização antiga,
Ainda ouso a minha voz
Chamando por uma mãe
Em um passado muito distante,
E tudo que o profeta viu,
Quando a tela celeste se abriu,
E ainda não se materializou nesse plano.

Nunes




TEOCENTRISMO

Resultado de imagem para estátua de sal

Teocentrismo
Dirão que é retrocesso,
Juízo final,
Estátua de sal,
Segundo Sol
Segunda morte...
Apocalipse, triunfo do mal.
Os homens clamarão a Deus
E saberão que o universo
Sempre orbitou em torno de Deus,
Cairá a Torre de Babel moderna:
Soberba humana que tirou Deus do centro da vida.
Surgirá uma visão que diz que o céu
É uma extensão da terra,
Uma visão holística do mundo.
Nunes

OS SOBREVIVENTES

Resultado de imagem para cachorros selvagens africa comendo cachorros


OS SOBREVIVENTES

Sobreviver à grande catástrofe,
A terrível carnificina
E pagar o preso de estar vivo
Carregando corpos esquartejados
E caminhar entre pedaços de seres humanos
Picados feito frangos "à passarinha"
Ver cachorro comendo carne humana
E saber que depois seremos nós, os sobreviventes,
Os próximos que a morte virá buscar
De um modo muito mais lento, cruel e agonizante...

Sobreviver a essa carnificina
Para carregar corpos apodrecidos em cima da terra,
Sentir que a carne e o sangue podre
Escorrer pelo nosso corpo
Semi nu e fadigado,
Viver sabendo que não há mais esperança
Após a grande extinção.
Sobreviver é um preço alto demais...
Eu preferi estar morto!

Sobreviver em um mundo
Que abandonará a compaixão e a piedade
Quando for o tempo dos "fortes" e "inteligentes"
E escolhidos pelos poderosos do mundo.
Será um preço alto demais a se pagar para estar vivo.

No momento da colheita de humanos,
E feita por humanos e seus critérios;
O amor, a piedade e a compaixão darão lugar
Ao materialismo e a uma forma de crueldade muito sutil,
Elegante e intelectualizada.
O homem estará tão longe da espiritualidade,
E sua arrogância será tanta!
Que será impossível supor que estão subjugados a lei de Deus.

A morte apenas deixará que caminhem,
E por fim morreram de fome e sede
Em uma devastação que se estenderá  até os confins da terra.

José Nunes Pereira 

Talvez seja pena e não espada


Igual touro de arena
Lutaremos até a última gota de sangue,
Ou nos deixaremos abater feito
Um animal velho e cansado
Que em paz recebe a morte.

Depois da tempestade,
Da grande catástrofe;
Agora que foi tudo ao chão,
Vamos ver o que dá para aproveitar.

Feito crime descoberto,
Confessamos o resto
É vamos esperar a sentença do juízo final

Já que o buraco está feito
Cavaremos até onde for preciso,
Já que o caminho foi começado
Iremos até fim.

Já que embrenhamos no mato,
Vamos desbravar até a clareira,
Já que estamos sujos
Vamos cavar fundo,
Já que caímos no mar
Vamos navegar até o desconhecido.

Se é para ser minucioso
Vamos além do átomo,
Se é para ir longe
Expandiremos junto com o universo.

Se for amor será à preço de sangue
Ou será uma distração preguiçosa.
Se for compaixão, custará uma vida,
Ou será indiferente e frio
Como um mármore de sepultura.

Já que começamos a falar,
Vamos por todas as cartas na mesa,
Porque o silêncio está tão perto
Que quase escuto seu chamado,
Estou muito próximo
De me calar feito um morto...

Já que me calei só me procure
Em minha solidão se for para saber mais...
Sobre o silêncio

Já que me abandonou
Pode me deixar aqui...,
Me viro bem no deserto e na escassez,
Eu sei me alimentar de solidão,
Eu começo o El Dorado da alma.

Sem esse extremismo
Talvez seja tudo tão suave
Feito chuva fina num fim de tarde
Num Dia de Finados.

Talvez seja pena e não espada,
Com suavidade se aprofunda mais,
Com suavidade se eleva ainda mais...
Talvez não seja força...
Talvez seja elegância e leveza,
Talvez seja apenas amor sublime
E beleza da alma,
É nada mais.

José Nunes Pereira




Monopólio da fé



Todos os girassóis 
Buscam a mesma fonte de luz,
O Sol,
Todos os homens que amam a verdade
Buscam a mesma fonte do conhecimento,
Deus.

A fé que é a sua força 

E energia interior
Trabalhando para o seu bem 
E para o bem do próximo,
A virtude de sua alma,
O dom dado por Deus,
A mística do Espírito
Pertencem a você mesmo,
Ao seu íntimo onde Deus habita,
Porém, as instituições, as seitas e as religiões 
Fazem monopólios da fé e do conhecimento,
Deturpando segundo seus interesses.

A mística,  a fé
E os conhecimentos espirituais
Não pertencem a essa ou aquela seita
Ou instituição religiosa,
O conhecimento espiritual é livre
De fronteiras, culturas, religiões 
E  paredes do mundo. 

O homem monopolizou a espiritualidade

Do mesmo modo que monopolizou
Todos os recursos naturais 
Dado a todos os filhos de Deus.

José Nunes Pereira 

A meditação é o alimento da alma

Resultado de imagem para meditação cristã filocalia




Vou para a oração
Igual a quem tem fome 
Vai para um prato de comida,
Igual a quem tem sede 
Vai  para uma fonte de água,
Igual a quem está longe de casa
Retornando cheio de saudade.

Ouve um tempo que eu refletia
Se eu deveria ir  para oração,
E porque não está em meditação,
Agora, vou sem me deixar enganar
Por esse pensamento  mal intencionado,
Que usa desses artifícios 
Para que eu não vá para a meditação cristã.

A meditação é o alimento da alma
E quem tem sede e fome de Deus
Deve ir para oração com a naturalidade
Que um faminto e um sedento 
Indo em direção  da comida e da água. 

Eu gosto muito da meditação cristã,
Todos os cristãos, que realmente desejam 
Despertar espiritualmente, devem aprender 
A meditação cristã, a mística cristã
E a mortificação dos pecados,

Porém não espere isso de um sacerdote,
Não espere em gente e instituição 
Que pensa que tem o monopólio do cristianismo,
E que vem com uma verdade pronta feito bolo de padaria,  
Eles te farão sentir culpados 
Por querer a santidade e o reino dos céus.

A meditação cristã e a mortificação dos pecados
Podem ser realizadas com esse mantra cristão:
Senhor Jesus Cristo, filho de Deus, tende piedade de mim pecador,
Esse mantra deve ser pronunciado até  que a mente se cale,
E no momento em que, vigilantes, surpreendemos 
A manifestação do pecado em nós.
Depois do silêncio está a mística pessoal. 

José Nunes Pereira 



Só podemos curar nossas feridas curando as feridas de nossos semelhantes.

Resultado de imagem para compaixão

CURA

Só podemos curar nossas feridas
Curando as feridas de nossos semelhantes,
Por isso eu agradeço os braços estendidos por mim,
Agradeço também a oportunidade
Que você me dá de fazer o bem...

A vida e a Lei de Deus
Se resume em estender a mão para ajudar,
Deixar ser ajudado,
E se ajudar também,
Esse é o grande segredo!

Só podemos pagar as nossas dívidas com Deus
Através da oportunidade que aqueles que sofrem
Nos dão de lhes estender a mão...

Só podemos curar nossas feridas,
Curando as feridas de nossos semelhantes.
O campo fértil é sempre o outro,
A quem estendemos a mão,
Sem perder a preciosa oportunidade de ajudar,
Esses são os nossos momentos preciosos
Diante da Lei Divina,
Que nos retribui imensamente.

A compaixão a toda criação
E aos nossos semelhantes
É o nosso braço estendido ao próximo
E a mão e os olhos de Deus voltados a nós.

José Nunes Pereira





Isso foi no tempo da poesia imparcialista

A cafeína, por décadas, tem deixado meu cérebro
Doido como um gato endiabrado.
Um dia alguém me disse:
_ Lamento informar, mas o mundo não se processa
Segundo suas paixões, caprichos, desejos e critérios.

Então,
Sou eu que tenho que mudar!
Fuja dos sistemas pelas rotas de fuga secretas.
Minorias, esqueçam as igualdades,
O mundo segue o critério da maioria,
Ou daqueles que, em dado momento, está no poder.

Venho em missão de paz, amor e verdade...
Pensei, se contagiamos outras pessoas com a nossa raiva;
Também podemos contagiar outras pessoas

Com o nosso amor e nossa paz....
Lamento dizer que as nossas manifestações no mundo
São frutos de nossos pecados,
Somos capazes de manifestar virtudes
Somente em momentos extremos,
Na maior parte da vida manifestamos,
Contra nossos semelhantes e contra o mundo,
Apenas sentimentos negativos e egoístas,

Quantos sou, não sei!
Quantos fui, não sei!
Minhas personalidades foram se criando
De acordo com as fases da vida...

E as casas astrológicas,
Isso foi no tempo da poesia imparcialista,
Agora só me resta matar as personalidades,
E ser a manifestação da alma!

José Nunes Pereira

O coração ressentido é uma porta emperrada

Resultado de imagem para porta luz entrando


A porta de minha casa ficou emperrada,
Faz muito tempo que a luz do seu amor
Não ilumina minha morada.

Essa porta sempre fechada
Entristece o meu coração,
Eu tenho que aprender
O que é o perdão.
Um amigo me disse que perdoar
É  um bem que se faz a si mesmo.

Essa porta emperrada
Não deixa a luz do seu amor entrar
E acordar minha alma adormecida,
Envenenada pelo ressentimento
Que só faz mal a mim mesmo.

Eu te peço,
Entre com o seu amor
Invada meu coração,
Passe por estas frestas,
Feito raios de sol

E me acorde com sua claridade,
Espante esse frio de minha alma,
Para que eu possa abrir
Essa porta emperrada
Pelo tempo e a distância
E possa falar ao mundo de sua bondade.

Magoado e ressentido
Eu me tranquei aqui dentro,
Passou muito tempo
E a porta ficou emperrada,
Agora eu compreendo
Que é preciso arejar o meu ser,

Abrir a porta e deixar o amor entrar,
E tudo começa com o perdão,
O amor e a compaixão.
O coração ressentido
É uma porta emperrada
Que não deixa a luz entrar.

Quando  as janelas e as portas
De meu espírito se abrirem,
Serei de novo um menino,
Estarei pronto para navegar
Em seu oceano de amor 
Seremos unidos pelo sentimento
De irmandade com o universo.

José Nunes Pereira












Fique na Minha vida



Igual a um farol na praia
Fique na minha vida,
Feito uma torre de igreja
Que sobressai sobre a cidade,
Feito o monumento mais alto
Do mundo,
Fique na minha vida.

Quero te ver
Sempre ao alcance do meu olhar,
Me pegue pelo braço
Não deixe que eu me perca
Na multidão.

Ouça o meu chamado,
Sou o seu filho
Que sempre se perde
E não sabe voltar para casa.

Esteja na minha vida
Feito uma torre que se vê
De muito longe.
Eu estou perdido,
Triste e distante dos seus olhos
Que sempre me vigiavam.

Preciso primeiro te reencontrar
Para ter razão para viver.

José Nunes Pereira

Diante da palavra certa.


A palavra é o espelho da verdade
E do engano,
O que estamos dispostos a ouvir,
Com facilidade, possivelmente,
Não é  a verdade.

Deus criou o mundo através do Verbo Criador.
A palavra é regeneração, vida,
Criação, transformação e morte.

O dom da fala e da palavra
Foram dados aos humanos,
Para que eles se compreendam
E compreendam os seus semelhantes.

O dom da palavra
Foi dado aos seres humanos
Para que eles possam dizer o que sentem
E dar nome aos seus sentimentos,

Porém, os homens precisam aprofundar
No conhecimento das palavras e no Conhecimento de si mesmos para que
Possam dar nomes
E organizar o que sentem.

Usamos as palavras de modo irresponsável,
Fútil, inconsciente e desnecessário.
Damos nomes de AMOR e a qualquer  Compulsão do desejo carnal,
Chamamos de liberdade e amor
Os labirintos e  os precipios dos vícios
E das paixões,
Chamamos de VERDADE e JUSTIÇA Qualquer coisa que nos favoreça e atenda Nossos caprichos e medos.
Usamos as palavras mais belas para Dignificar, santificar e pintar, Maravilhosamente, os labirintos
E os porões da mente
Onde nos prendemos e pensamos
Que podemos voar, feito passarinho
Que acredita que a gaiola é o mundo.

Não sabemos qual é a palavra certa
Para dar nome ao que sentimos e vivemos,
Procuramos palavras duais  como:
Amor e ódio para todos
Os nossos sentimentos,
Porém, por de trás dessas palavras opostas  Há uma legião de demônios, anjos de Deus
Ideias erradas, autoengano e muita mentira Que contamos a nós mesmos, sem saber
Que contamos,  e muita manipulação Segundo interesses.

Só pronunciamos palavras que somos Capazes de ouvir e odiamos qualquer Palavra que nos arrancam de nossa zona de Conforto, adaptamos a tudo porque somos Frouxos em compreendermos
A nós mesmos e somos incapazes de dizer
E nomear o que sentimos
Vivemos e pensamos.

Não aprofundamos no conhecimento
De nós mesmos e no conhecimento das Palavras que melhores nos definem
Porque somos covardes diante das palavras
E diante de nós mesmos.

A palavra é o espelho da verdade
E do engano,
O que estamos dispostos a ouvir,
Com facilidade, possivelmente,
Não é  a verdade.

José Nunes Pereira