poeta Nunes

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

O Guardião

A  porta do templo
Eu sou o novo guardião,
Tenho a espada e o golpe certo.

Para a multidão que vai para o oeste do mundo
Inclusive dois corpos meus em bilocação,
Sou para todos e para mim mesmo,
O  guia que leva para o leste do mundo,
Vou sem pisar o chão.

J.Nunes 


Publicações

Marcadores