Pesquisar este blog

COMPARTILHAR

Música Imprevisível


Resultado de imagem para aranha teia

Música Imprevisível 


Toquei feito corda de violão
O fio  desafinado
Da teia da Aranha de Bananeira...

O som imprevisível da queda d'água, 
Que depois corre entre árvores,
Mais o canto das cigarras,
Desse grilo,  o sapo o salto de um peixe,
Dos pássaros e das asas dos insetos,
Ventos nas folhas e estralar de bambus 
Arqueado ao vento...
O som de um bicho qualquer
E a qualquer momento,
Ainda o som de quedas de galhos 
E frutos, mais o sopro constante do vento
E da água que não cessa de cair e correr
Entre pedras e troncos.

A qualquer momento entra um vento mais forte
E a chuva fina  nas folhas e as gotas no chão e no rio. 
Os passos de um cavalo,
O ronco de um motor não muito longe...
A música imprevisível não para nunca,
Quando tudo cala resta o som de meu sangue
Correndo em minha veia, o som das mandalas da alma,
O timbre do cerebelo, a visão, o ouvido de outro plano 
E o som do coração que bate
E ama a música improvável.  

Quando tudo cala posso ver e ouvir
A voz de séculos que ainda está viajando
No espaço e fazendo essa música imprevisível...
A voz de uma mãe ainda chama,
Em um plano muito mais sutil, 
O menino que brincava embaixo das árvores.

O seu corpo deitado sobre a cama
Me lembrou o violão 
Que não pode tocar essa música improvável. 

José Nunes Pereira 


A Grande Tormenta

Resultado de imagem para chuva de fogo

A Grande Tormenta 

Choveu fogo do céu,
O telhado não pode conter as gotas de fogo.
Sobre o céu, aparelhos voadores
Pareciam vigiar e policiar a cidade.

Sai pelo teto ainda em chamas
Tive receio de que aqueles aparelhos voadores
Pudessem me ver saindo pelo teto destruído pelo fogo,
Enquanto pensava na grande tormenta,
Sai sorrateiro feito um anjo ou demônio que pode voar.

José Nunes 

Revolução do Amor



O olhar solidário
O coração pronto para entregar-se
A compaixão pelos seus semelhantes,
Uma correnteza de amor
Arrastando todas as pessoas
Para fazer o bem e deixar seus interesses em segundo plano,
Um raio luz na alma que levasse todos os homens
A compreender que a ganância
Cega os olhos da consciência e mata a felicidade da alma.

Uma onda de amor fraternal
Passando por todos os corações e mentes
Dispostas a amar  todas as criaturas com o amor de Deus
Que colocou a disposição de todos os seus filhos toda a sua criação.
Uma consciência de universalidade e individualidade na alma dos homens
Faria desse planeta o paraíso prometido.

J.Nunes


O BUDA TOURO - ESCORPIÃO

Três coisas que não podem ser escondidas por muito tempo: o sol, a lua e a verdade.

Resultado de imagem para lua de buda lua cheia de maio

Siddhartha Gautama 
Nasceu em berço de príncipe:
Boa comida, belas roupas, 
Perfumes, saúde, segurança, amigos, conforto e amor,
Tudo que o signo de Touro proporciona.
Um dia qualquer,  Escorpião, essa força oposta,
Apareceu para questionar o sentido da vida.

Siddhartha Gautama
Deixou o conforto e a beleza
Para conhecer a morte, a revolução, 
O sofrimento, o horror, a miséria, a doença e a dor;
Tudo que o signo de Escorpião 
Não nos deixa esquecer.

Siddhartha Gautama
Depois de conhecer a verdade 
Sobre a condição humana,
Depois de atingir a Iluminação
Se tornou a encarnação perfeita
De Touro-Escorpião,

Encontrou o ponto onde a matéria e o espirito
Se entrelaçam para formar 
O eterno ciclo de existência de todas as coisas
E pelo espírito desapegado da matéria
Transcendeu a vida e a morte.  

J.Nunes 

Terror em Gottinger

O professor dizia alguma coisa,
Uma data sobre Gottinger.
Hitler entrou com sua presença assustadora
Sua farda cor de palha
E seu coturno esmagador.
Para chamar a atenção do professor,
O ditador bateu na lata de lixo
Com seu chicote opressor...
Sua presença mostrou tudo
Que  viria depois.
O terror e o medo congelou a sala de aula.