Pesquisar este blog

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Lei da Dualidade

Resultado de imagem para velas

Lei da Dualidade 


Para que afirme que Deus não existe
preciso de afirmar que existe um outra força 
que faça contrapartida com Deus,
logo, Deus existe! 
Porque não dá para afirmar a não existência 
de uma força sem haver contrapartida de outra.

Se afirmasse que Deus não existe
simplesmente porque não existe,
sem contrapartida de algo que existe,
e pode ser o que chamam de Deus,
ou o não Deus que faria contrapartida com Deus.

Se afirmasse que Deus não existe,
simplesmente porque não existe,
Estaria afirmando que nada existe,
porque tudo que existe tem contrapartida,
ou deixa algo ocupando o espaço de não existir ali, 
Posso afirmar que não existe uma casa em um determinado lugar,
mas não posso negar a existência do que conheço por casa. 

Se afirmar que Deus não existe,
simplesmente por que não existe
ficaria o vazio da não existência de todas as coisas,
porque tudo se completa com a existência de outra coisa
Que faz contrapartida com o que eu afirmo que existe. 

Se comparece Deus a uma nuvem que não existe no céu
se eu afirmar que Deus é uma não nuvens no céu;
tenho que ter alguma coisa substituindo essa não nuvem,
e seria um céu azul sem nuvem,
e esse céu azul sem nuvem e a claridade 
pode ser o que chamam de Deus. 

Para afirmar a não existência de alguma coisa,
eu tenho confirmar que existe, 
para depois afirmar que não existe. 

Para afirmar que não existe nuvens no céu,
tenho que afirmar que existe nuvens no céu em algum lugar,
para depois afirmar que não existe nuvem nesse céu.

Do mesmo modo que  se afirmar que Deus não existe,
precisa da afirmação dos que dizem que Deus existe
para que afirme, com base na afirmação de que Deus existe,
para afirmar que Deus não existe. 


Deus pode ser uma vela acesa para alguns
e uma vela apagada para outros,
porém não é possível negar a existência da vela. 

Nunes 

Nenhum comentário:

Postar um comentário