Pesquisar este blog

Entorpecimento


Poesia espiritualista


Entorpecimento

Espero a noite
igual a quem espera o alivio da morte
para sentir o prazer da fuga da realidade.

Espero a noite
igual a quem se entorpece
com qualquer coisa entorpecente.

Espero a noite, 
deixo me adormecer a consciência 
no cotidiano e rotina desprogramada.

Não organizo o dia
para não deixa claro a falta de horizonte,
não deixo a consciência clarear nesse porão de tristezas
para não deixa claro a falta de razão para seguir.

Esperei a noite
para adormecer ou despertar em um sonho lindo,
deixei a mente correndo solta na claridade do dia,
adormeci a consciência na rotina e no cotidiano
para não ter que enfrentar a realidade de existir sem rumo. 

Nunes  


Nenhum comentário:

Postar um comentário