Pesquisar este blog

COMPARTILHAR

Vênus no signo gêmeos

 



Leviano

Moro nessas ruas perigosas 

de gentes permissivas e levianas,

é tão fácil ser permissivo e leviano

e entregar os pontos sem ao menos lutar...
 

Repleto de mim, me basto e ainda sobro.

por isso preciso de você, mas não te quero muito,

também não me queira muito...

quero só que você me queira também.

não tenho motivos para não ser leviano e permissivo,

não sou tão significativo para ser ter que alimentar

uma moral um pouco mais rígida, 

não sou exemplo para ninguém 

e muito menos autoridade moral,

porém tenho autonomia para pensar, andar 

e aprender sobre o que me toca minha alma,

por isso tenho aprendido mistica e astrologia,

por isso eu sei que é tudo culpa dessa Vênus no signo gêmeos.  


Depois que a claridade acender entre as molduras da janela,

não precisa mais me querer,

passei da idade de sofrer por amor, aprendi com o tempo a extrair

dos sentimentos apenas o que me satisfaz,

assim faz a abelha com a flor.


Quero só que me queira também, o coração é tão vasto...,

eu sou tão leviano... E os sentimentos não têm direções.

não estranhe se eu não sentir ciúme e não falar de amor,

é que isso é para os majestosos cisnes brancos,

é que estes sentimentos são caprichos,

para gente igual eu e você, que apenas sobrevivem...

Arranque de mim o que deseja, mas não precisa pressa...,

ainda me resta dentro do peito um coração amigo,

e meia garrafa de vinho na estante; 

depois você pode chorar antigos amores,

contar-me segredos e lamentar seus fracassos...


É certo que não ouvirei uma palavra, por isso não terei conselhos para lhe dar.

nunca escutei conselhos, caminhei para a fossa sozinho...

mas deixarei que você sangre como um passarinho sacrificado no altar,

porque sangrar rir e chorar alivia à alma...

quando amanhecer, podemos caminhar na praia...

felizes por não sermos nada.

Hermínio Vasconcelos
J.Nunes


Nenhum comentário:

Postar um comentário